Cirurgia de correção do queixo une técnicas menos invasivas

Cirurgia de correção do queixo une técnicas menos invasivas

Chamada de mentoplastia, a intervenção une dois procedimentos estéticos em uma única operação

Para elevar a autoestima, os tratamentos estéticos são vistos como solução para as indesejáveis imperfeições do corpo humano. De acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, o Brasil é líder em cirurgias plásticas no mundo. Na última pesquisa feita em 2016 no país, foi realizado um total de 1.472.435 procedimentos cirúrgicos.

Dentre as diversas opções de correções estéticas, existe a mentoplastia realizada pela Clínica Due para remodelar o queixo. Esse procedimento cirúrgico pode seguir dois caminhos de acordo com a necessidade do paciente: o aumento ou a redução do mento. No primeiro caso, a realização da cirurgia pode se dar por meio da osteotomia, implantes, avanço dos tecidos moles, enxerto de gordura e preenchimento de ácido hialurônico. Quanto à segunda opção, busca-se fazer um desgaste ósseo, além da osteotomia.

“Uma das sugestões é que este procedimento seja feito em conjunto com a bichectomia”, explica o doutor Eduardo Kanashiro. A fim de conquistar dois resultados com somente uma intervenção, ele afirma que é possível em uma única cirurgia retirar a gordura da bochecha, a Bola de Bichat, para injetar no mento e, assim, conseguir a projeção do queixo. “Muitos pacientes buscam esse caminho para conseguir um melhor contorno do rosto evitando duas cirurgias”.

Portanto, as diversas técnicas, tanto para recuar como para avançar o mento – esta última mais procurada de acordo com o doutor -, são utilizadas e combinadas para chegar a uma simetrização e a melhora das proporções. Quando o osso é tratado por osteotomia ou desgaste, utiliza-se a anestesia geral. No caso do implante, reposicionamento das partes moles e enxerto de gordura, basta a anestesia local sem ou com sedação. Para os preenchimentos, anestesia tópica (pomada anestésica) é suficiente.

“O público da busca pela correção estética do queixo se divide entre 60% de mulheres e 40% de homens”, relata Kanashiro, especialista que realiza a mentoplastia há 15 anos. A operação pode durar de 20 minutos a 1 hora.

Pós-operatório

Após a cirurgia, o paciente deve seguir em repouso, evitando esforços físicos por uma semana. Nos dois primeiros dias, a alimentação deve ser leve, sem haver dificuldade na mastigação, além de evitar a ingestão de alimentos quentes. O edema varia de acordo com a técnica cirúrgica, sendo maior quando há manipulação óssea.