As calorias e os nutrientes que as gestantes devem consumir mês a mês durante a gravidez

As calorias e os nutrientes que as gestantes devem consumir mês a mês durante a gravidez

Durante a gestação a necessidade nutricional de ferro e vitamina B12 aumenta devido o recrutamento dos nutrientes pelo bebê em formação. Esses nutrientes são bastante encontrados nos alimentos de origem animal, como carne, aves, peixes e ovos. Eles são essenciais para a divisão celular, sendo assim, importantíssimos na gestação. Além disso, oligoelementos como cálcio, zinco, magnésio e vitaminas como o ácido fólico devem ser inseridos na alimentação como forma de suplementos.

No primeiro trimestre da gestação a mulher tem a mesma necessidade calórica de antes. Já no segundo trimestre, ela deve consumir, em média, 300 calorias a mais por dia. Porém, no final da gestação, o consumo diário deve ser de 500 calorias a mais. No total, uma grávida saudável deve engordar, em média, de 8 a 12 Kg durante toda a gestação. Para isso, é preciso evitar açúcar e carboidratos simples, presentes em pães, arroz e macarrão brancos, para não ganhar aqueles quilos a mais indesejados.

Para as gestantes vegetarianas, esses alimentos devem ser substituídos com suplementos que contenham esses nutrientes. Pois, para o desenvolvimento saudável do bebê ocorre uma divisão celular intensa que exige um consumo maior de proteínas. Para isso, o ideal é aumentar o consumo de alimentos leguminosos como feijão, lentilha, grão de bico, milho, ervilha, entre outros”, explica a Dra. Cristiane Braga Kanashiro, nutróloga da Clínica DUE.

Sabemos que o equilíbrio nutricional da mãe durante a gestação é extremamente importante tanto para o desenvolvimento do bebê, como na prevenção de doenças futuras. Assim, uma dieta balanceada e a suplementação de algumas vitaminas e minerais são essenciais.

Alguns nutrientes são fundamentais para uma gestação saudável:

* Ferro => presente em grandes quantidades na carne vermelha, também é encontrado nos vegetais verde-escuros, no feijão e na beterraba. Porém, nesses últimos, nosso organismo não consegue absorver grandes quantidades.

 

* Zinco => principais fontes alimentares são carne vermelha, ostras, fígado, grãos integrais, castanhas e tubérculos.

* Ácido fólico => frutas cítricas, vegetais verdes frescos, ovos e cereais.

* Vitamina B12 => alimentos de origem animal (carne, leite e ovos)

* Cálcio => leite, queijos, manteiga.

* Vitamina D => a síntese de vitamina D se completa na pele, na presença do sol. Em fontes alimentares, podemos encontrá-la em gema de ovos, óleos de peixes e peixes gordos (salmão).

* Magnésio => cereais integrais, castanhas.

 

* Ômega 3 => peixes como sardinha, atum e salmão, azeite de oliva extra virgem.

Dra. Cristiane Braga L. Kanashiro é especialista em Clínica Médica, Dermatologia, Medicina Estética e Cabelo – Tricologia, Nutróloga pela ABRAN (Associação Brasileira de Nutrologia), também atua nas áreas de Medicina Estética na Prevenção do Envelhecimento Cutâneo e nas patologias dos cabelos. Além disso, a profissional é médica responsável do ambulatório de queda de cabelos em mulheres da SBME (Sociedade Brasileira de Medicina Estética), regional São Paulo. Sócia da Sociedade Brasileira de Medicina Estética, da Sociedade Brasileira Para os Estudos do Cabelo (SBEC), da Sociedade Brasileira para Estudos do Envelhecimento (SOBRAE), da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN) e da Sociedade Brasileira de Medicina Estética, a profissional também foi Fellow da Universidade Livre de Bruxelas – Bélgica.